Searching for "kung fu"

Escolhendo um imóvel para chamar de seu

Comprar um imóvel e escolher um canto pra chamar de seu é ótimo, mas dá um belo de um trabalho quando você resolve começar a procurar. Eu e o noivo estávamos procurando um cantinho desde outubro do ano passado, quase compramos alguns apartamentos e a cada coisa errada a gente se chateava, mas sempre tinha firme que na hora que fosse pra ser nosso, ele seria. Ia bater aquela coisa do comercial do carro sabe? A gente ia olhar um pro outro e dizer: “é esse”. E não é que foi assim?

Por conta das experiências que tivemos resolvi fazer um pequeno guia com algumas dicas que você deve levar em consideração e observar na hora que for comprar um imóvel. Você pode usar algumas delas no caso de locação também, então vamos lá:

comprar um imovel

Localização

A primeira coisa que decidimos foi que queríamos continuar na mesma região que já morávamos. A gente adora morar por aqui, continuaríamos perto do kung fu e eu poderia resolver coisas a pé nos dias que o noivo viaja e eu fico sozinha. Caso precisasse eu contaria com ônibus de fácil acesso, ponto perto e tudo mais.

Vale lembrar que a localização influencia diretamente no preço dos imóveis, bem como no valor dos aluguéis.

O que olhar? Qual tipo de comércio tem por perto, pontos de ônibus, vias de acesso e vizinhança. É bom saber se tem escola, canil, coisas do tipo se você for morar numa casa por exemplo e você quiser um lugar silencioso, ou se você tem crianças é legal saber se existem creches e escolas boas por perto, tudo vai depender do que você busca.

comprar um imovel

Acabamento

Pode parecer besteira, mas é cada coisa que a gente acha quando começa a pesquisar. Algumas das coisas que eu olhava muito nos apartamentos que víamos era a altura do teto. Alguns apartamentos eram tão baixos que o noivo se esticava e conseguia tocar o teto. Eu e o noivo não somos pessoas muito altas, mas eu com meu 1,70 m e ele com o 1,82 m de altura não achamos legal apartamentos baixos demais.

Em um apartamento que achamos até legal, desistimos de qualquer coisa depois de ver que o condomínio era todo largado e desleixado: grades quebradas, churrasqueira faltando pedaço, pinturas antigas e descascadas em toda a área externa, bem zoadinho, importante ver pois isso em algum momento é cobrado no condomínio.

O que olhar? Qualidade das portas e janelas, altura do teto (os banheiros tendem a ser mais baixos que o resto), pisos, azulejos da cozinha e banheiro (eu olhava se era até a metade da parede ou até o teto, que é melhor de acordo com as coisas que mamãe ensinou), acabamento externo do prédio/casa e áreas externas.

foto_2

Acessibilidade

Eu e o noivo moramos longe de toda a nossa família, mas vira e mexe alguém vem nos visitar. Pensando nisso eu tinha a regra de: ou é térreo ou tem que ter elevador. Prédios com mais de 3/4 andares tem que ter elevador, mas por conta disso eles acabam sendo mais caros, assim como o condomínio.

Deixamos várias opções pra trás por não terem elevador, pois avós e tias não teriam como nos visitar e subir lances de escada. Fora que a mudança fica mais cara se o pessoal tem que subir escada, sabia?

O que olhar? Acesso para garagem e entrada do prédio, lances de escada e elevadores.

por-do-sol

Posição do Sol

Você está comprando uma casa que vai ser sua, você vai pagar ela por sei lá quantas décadas as parcelas e vai viver por ali no mínimo uns 10 anos, então uma coisa que precisa ser olhada é onde o Sol bate.

Aqui em casa ele começa o dia pegando na cozinha e no escritório e termina na nossa varanda proporcionando um espetáculo diário, como vocês podem ver na foto. No que isso implica? Humidade nas paredes, roupas secas em menos tempo e luminosidade ($ conta de luz mais barata $).

O que olhar? Onde o Sol se põe e se levanta.

comprar um imovel

O “feeling”

Você pode olhar tudo, luz, acabamento e o que mais for, mas tem que rolar aquela química com o lugar. É engraçado, mas isso realmente acontece. A gente tentou comprar dois antes, tínhamos gostado? Sim, mas nada comparado ao que realmente moramos hoje, foi tipo um estalo na nossa cabeça. Então leve em consideração o sentimento que o lugar te passa, já que você vai morar lá né?

Quero fazer um outro post mais pra frente com detalhes mais técnicos de documentação, mas quero saber se vocês gostaram e se querem saber mais sobre isso, então comentem e perguntem o que mais posso ajudar.

Lista para meu 2016

meu_2016

Todos os anos eu faço um resumo de tudo que passou no ano no blog, mas sempre vejo em blogs que sigo as pessoas fazendo listas. Listas de “25 coisas pra fazer antes dos 25”, de “1001 coisas pra fazer em sei lá quantos dias” e eu me peguei pensando que nunca fiz uma lista dessa. Não que eu não goste de listas, mas é que sempre pensei nisso como algo inútil. Até agora. Uma super amiga minha diz que quando você escreve você guarda isso com você muito mais forte, que isso é como gravar em tinta, não só no papel, mas também na sua memória. Baseada nesses fatos e confirmando que isso dá certo pra muita gente, o que pode ser coincidência ou não, resolvi criar uma lista pra este ano que vai chegar. Ao invés de ressaltar o passado, porque não pensar num presente e num futuro que ainda podem ser escritos?

1. Controlar meus nervos Eu sei que vai parecer subjetivo, mas a ansiedade é uma das coisas que mais me atrapalha a ser uma pessoa mais disciplinada e centrada, então não custa naca colocar em primeiro lugar né?

2. Fazer a Alpaka crescer Ela é uma ideia que tive e que está em processamento ainda, tudo é teste, tudo é novo pra mim e pra Thayná, minha amiga/sócia, e queremos ver ela grande, ganhando espaço, correndo livre na graminha. Que venham produtos licenciados!!!

3. Cores diferentes para um cabelo diferente Quero experimentar cores que ainda não fiz no cabelo. Não sei quais sobraram no arco-íris, mas mudar é sempre bom.

4. Conseguir montar uma aula Eu sei que é estranho, mas acho que quando eu conseguir montar uma aula/palestra sobre algum tema legal, eu estarei com meu pensamento bom, meu raciocínio pleno e me sentirei mais feliz e útil para sociedade. Tenho muitas ideias.

5. Aprender! Aprender sobre muita coisa que não sei, administração, redes sociais, empatia, liderança… aprender sempre na minha lista estará.

6. Melhorar minhas habilidades artísticas Aqui vale meus desenhos e minhas aquarelas. Adoro o que faço, me distraio do mundo e quero muito ser melhor nisso.

7. Fazer trabalho voluntário Eu ando pensando nisso há um bom tempo, mas ainda não sei o que fazer. Já pesquisei algumas instituições, mas nada parece com algo que eu saiba fazer. Bem, não desisti disso ainda.

8. Melhorar meu inglês e meu francês Conseguir assistir um filme todo em inglês sem legenda entendendo tudo, porque hoje eu até entendo, mas perco algumas coisas, e começar a entender e falar o básico de francês. Porque é legal saber falar e entender outras línguas.

9. Terminar de ler meus livros que estão em casa Pra poder comprar e ganhar novos.

10. Organizar uma festa de aniversário Temática e tudo. Eu quero uma dessas faz tempo, então quem sabe este ano?

11. Rever amigos que tenho saudade Tenho amigos em outras cidades e faz mais de ano que não os vejo, quero muito poder reencontrá-los.

12. Passar no exame do kung fu Meu próximo exame é para me tornar uma monitora e quero muito dar meu melhor e passar com nota boa. Pra isso preciso aumentar minha força e controlar o nervosismo.

13. Conhecer pelo menos 5 novos lugares Vale cidade longe ou perto, não importa.

14. Comer menos doce Não é por dieta, mas por saúde. Açúcar é um grande vilão e eu sou quase que uma viciada, então comer menos é sempre bom.

15. Fazer um cosplay Uma vontade que tenho faz tempo é conseguir ter tempo ($$) para fazer uma fantasia bem legal e comparecer em eventos.

Agora é arregaçar as mangas e seguir em frente! E vocês, já fizeram suas listas?

E lá se vai 2015

Apesar de 2015 ter sido um número impar (eu sei lá porque prefiro números pares), eu acho que ele foi um ano de muitas coisas diferentes na minha vida, então acho que vale um flashback aqui pra me lembrar como foi um ano bom. Uma coisa é certa, revendo meus posts deste ano em vários lugares eu decidi que este ano não voou, passou na velocidade da luz.

2015_1

Além de mudar o nome do blog, que já se chamava Chocottone há anos, teve muita coisa bacana. Já comecei o ano diferente, com um Reveillon no Morro da Urca com noivo e amigos. Pouco tempo depois já pude comer um sanduba no Mercadão de São Paulo, que era uma grande vontade que eu tinha e fiz um post aqui no blog falando como planejar uma viagem, um post que muita gente gostou, que deu trabalho e eu adorei.

2015_2

Falando nisso, comecei a colocar sobre a viagem que fiz em 2014 no blog e ainda to falando dela. Adoro falar sobre lugares que visito não impota qual, e com isso organizei páginas aqui na lateral do blog pra vocês acharem todos esses passeios de maneira mais fácil. Tem opinião dos lugares, valores, tudo bem completo pra vocês poderem saber certinho de tudo. Não tem só fora do país não! Tem Cunha, Paraty, Foz do Iguaçu e muito mais! Então tem pra todos os gostos, estados e bolsos.

2015_3

Este ano ainda fiz curso de costura pra poder saber melhor das coisas da Alpaka e foi super legal aprender um pouco mais do que se pode fazer com tecidos, entender mais deles e de moldes em geral. Me registrei como uma microempreendedora individual e sou oficialmente uma MEI, tocando a própria empresa e desejando fazer 1001 coisas lindas nela assim que a gente puder.

2015 ainda foi um ano de recordes: Fui em QUATRO casamentos! Pra quem não tinha ido em mais do que dois casamentos em 26 anos isso foi bastante. Comecei a fazer calendários todos os meses aqui no blog, pelo menos assim tenho obrigação de criar coisas mensalmente. Consegui fazer com sucesso o Inktober, algo que queria participar há alguns anos e finalmente rolou. Participei de uma Bravus Race com os amigos do kung fu, algo que foi um desafio e uma conquista pra mim, fiquei feliz demais, assim como quando consegui correr 10 km nos meus treinos, pena que ganhei uma canelite.

2015_4

Aprendi a fazer fatias húngaras, receita da avó materna e ainda a rosca da minha avó paterna, com cheirinho de canela. Duas receitas de família que eu queria muito fazer pra ter no meu repertório de cozinheira. Foram aprendizados demais em um ano e espero que 2016 venha com muito mais!

E o 2015 de vocês? Como foi?

Tag: Minhas 7 Sensações Favoritas

Vi este post lá no blog da Taís, achei tão poética e gostosa que resolvi pegar emprestado e fazer por aqui também, que tal? Quando falamos de sensação logo algumas vem na minha cabeça, coisas bobas, mas que podem fazer um dia ser mais feliz apenas por uma delas acontecer. Aqui um aviso importante: pra que as sensações sejam sentidas, elas precisam ser encontradas e muitas vezes um dia ruim, um mau humor pode te impedir de sentí-las, então é importante ficar sempre atento.

sensacao_1

Vento batendo na pele (ou meu lado Pocahontas) – Quando tem um dia com vento mais forte, eu fico deliciada em senti-lo batendo na minha pele. Ele vem pesado e parece que quase conseguimos tocar e pegar. Gosto de ver as folhinhas caídas no chão fazendo movimento circular, como se desenhassem algo.

cheiro_chuva

Cheiro de Chuva – Principalmente agora no calor, um bom cheiro de chuva misturado com o barulhinho que ela faz, ajudam a refrescar a gente de dentro pra fora. Um som que me trás tranquilidade e por isso uso até uma gravação com ele pra meditar.

janelas

Luz entrando num ambiente – Aqui já vai começar a loucura, mas quando o dia está bem lindo e claro gosto de ver como a luz entrar nos ambientes e deixar eles aconchegantes. No meu quarto e na sala eu gosto quando a luz entra na parte da manhã, dá uma vontade de ficar na cama lendo por horas. Meu sonho é uma casa com janelas enormes e portas enormes, pra ser tudo super iluminado.

cebola

Cheiro de cebola e alho sendo refogados – Pra mim não tem nada melhor pra abrir um apetite que este cheirinho delicioso! Lá na casa da minha mãe ela prefere a praticidade da cebola e do alho desidratados, mas eu prefiro ter um pouco mais de trabalho e jogar este cheirinho no ar quando estou na cozinha.

limpeza

Limpeza – Minha parte maluca batendo aqui de novo, mas é que eu adoro quando termino de limpar a casa e sinto que ela está realmente arrumada e cheirosa. Jogo no ar sempre um cheirinho ou acendo um incenso só pra completar toda essa coisa gostosa de saber que ela está pronta pra mais uma semana, assim como eu.

banho

Banho tomado – Depois daquele dia cheio de coisas pra fazer, calor, sol, exercício, cozinha, tudo junto em você, nada melhor que um banho delicioso pra relaxar, e é depois disso que vem aquela sensação gostosa que fica na pele.

viagem

Viagem – Aquela sensação de ansiedade antes de uma viagem, aquela que vem com fazer as malas e o desejo de encontrar e descobrir coisas novas, não tem nada mais gostoso! O legal é que esta sensação te acompanha sempre em uma viagem e perdura por dias.

Ainda poderia colocar algumas a mais aqui, como correr com uma música empolgante, tomar banho depois de uma corrida, acertar um movimento no kung fu, ou até mesmo a boa e velha sensação de dever cumprido. Mas e vocês? Quais as que vocês mais gostam? Quero indicar essa tag pra fofa da Ana Carô, pra Rê Vitrola e pra Lívia.

Fotos do Unsplash : Michael Hull | Mike Kotsch | Ewa Stepkowska | Webvilla | Breather | Joshua Earle

%d blogueiros gostam disto: