Como fazer um chá de bebê on-line?

Em época de isolamento social, um chá de bebê on-line pode ajudar muito a dividir esse momento especial em segurança.

chá de bebê on-line

Faz tempo que eu não posto aqui, precisava contar mais sobre tantas coisas que passei na gravidez, mas com a nossa situação atual (Covid-19) e o cancelamento de todos os eventos, a gente teve que se virar nos 30 aqui para conseguir comemorar esse momento de uma forma diferente.

Com tanta gente me perguntando sobre como fizemos nosso chá on-line, achei que valia muito a pena fazer um post completinho pra quem estava lá e quem me segue no Instagram e queria saber mais. Vamos lá então?

Primeiro convite que mandei pra todo mundo ficar curioso. Fiz a tipografia pra ficar bem fofinha e personalizada. S2

1. Lista de convidados

O primeiro passo é decidir quem vai estar no seu chá de bebê on-line. Faça uma lista e crie uma Lista de Transmissão no seu WhatsApp ou um grupo no e-mail. É por essa lista que você vai enviar todas as informações sobre o encontro, como convites e links.

2. Escolha a plataforma

Com base na quantidade de pessoas, você escolhe a plataforma. O Google Hangouts permite chamadas de vídeo gratuitas e tempo ilimitado com até 25 pessoas. O Zoom permite chamadas com mais pessoas – até 100 – mas tem limite de 40 minutos nas chamadas gratuitas.

A empresa que eu trabalho, a Pier, permitiu que usasse a sala do Zoom deles e com isso eu não tive que me preocupar muito. A única coisa foi dar suporte para pessoas que não conseguiam entrar.

Pensando nisso, comecei 15 minutos antes para ajudar quem teve dificuldades e mandei as explicações de como usar a ferramenta com uma semana de antecedência, pedindo pra quem precisasse de alguma ajuda entrar em contato. Nem todo mundo tem intimidade com os programas, então vale se precaver.

3. Mande o convite

Mandei um “salve esta data” com dia e horário do chá de bebê on-line pra todo mundo que eu queria que estivesse presente com bastante antecedência. Dez dias antes enviei o convite formal, explicando como funcionaria a dinâmica, como os convidados poderiam baixar os aplicativos (com link pra Android e IOS).

Além disso, o pessoal da empresa me deu a ideia de abrir uma Vakinha On-line pra que quem quisesse mandar presentes pudesse fazer isso. Pra ajudar, criei tabelas explicando valores de algumas lembrancinhas, assim quem se sentisse a vontade poderia escolher o valor que preferisse.

Só mandei o link esta vez. Valeu a pena pois muita gente me perguntou como poderia mandar algo, que queria ajudar com fraldas, então isso foi uma mão na roda! Só lembre-se que essa plataforma cobra uma taxa.

4. Prepare as brincadeiras do chá de bebê on-line

É super comum ter brincadeiras em chás de bebê, mas com a distância tudo fica mais complicado, né? Adivinhar presentes fica bem difícil quando não se tem as pessoas perto.

Pra começar puxamos um bolãozinho pro pessoal adivinhar o tamanho da minha barriga. O pessoal começou a chutar e depois medi com uma fita métrica e já tivemos um primeiro vencedor.

Depois resolvemos fazer uma apresentação (faça em qualquer lugar que você preferir, eu usei o Google Apresentações mesmo) com uma brincadeira perguntando pro pessoal sobre mim e meu marido quando crianças. Tanto o Hangout quanto o Zoom permitem que você compartilhe sua tela, então todos podem seguir juntos.

As perguntas eram sobre “quem nasceu mais pesado?”, ou “quem andou primeiro?”. Perguntamos para nossas mães e colocamos fotos nossas bebês pra ficar fofinho. Abusei dos gifs animados e divertidos também.

Slides de brincadeiras do chá de bebê on-line

No começo falamos que o vencedor ganharia um prêmio e ao longo da brincadeira afirmávamos que nossos ajudantes estavam trabalhando em computar os dados. Era bem divertido ver o pessoal comentando e respondendo. Pra falarem as respostas, poderiam escrever no chat da plataforma ou em um papel com as nossas iniciais colocando na câmera.

No final das 9 perguntas (pra não ficar muito longo) fizemos um suspense e revelamos que todos ganharam. Agradecemos todo mundo e mandei um formulário pra que as pessoas passassem seus endereços, se quisessem, e vamos enviar lembrancinhas quando tudo ficar bem. Ainda abrimos um bolão de peso e tamanho da Aurora quando nascer e quem acertar vai ganhar algo especial – que ainda estamos pensando.

No formulário ainda tinha um campo para as pessoas deixarem uma mensagem pra Aurora.

4.1.: Teste!

Antes de começar tudo, teste suas ferramentas. Teste a apresentação. Teste áudio. Eu fiz tudo isso e na hora meu áudio não funcionava sem fone. Vale a pena testar tudo com antecedência e ainda ajudar quem você acha que terá mais dificuldades, como fiz com uma de minhas avós por exemplo.

5. Divirta-se e registre seu chá de bebê on-line!

Tenha certeza que a sua câmera está pegando você, sua barriga (a atração é o neném, né?) e seu/sua companheiro(a), afinal todos querem ver seu barrigão!

Se você conseguir, grave esse momento e tire print das pessoas, como se fosse foto mesmo. Essa vai ser sua recordação desse momento tão especial, mesmo longe de todos.

Selfie do chá de bebê on-line

Essa foi nossa experiência com o chá on-line! Quem nos deu feedback disse que foi divertido e dinâmico. A brincadeira durou uma hora mais ou menos, conseguimos juntar pessoas de lugares diferentes (trabalho meu, amigos de vários diferentes momentos da vida meu e do marido) e nos divertimos com todos.

O que acharam? Qualquer dúvida é só jogar nos comentários!

Eu, a vida e o blog em 2019

Foto da ida relâmpago ao Rio de Janeiro que teve um passeio delicioso de bike na Lagoa.

Faz tempo que não venho aqui no meu cantinho contar um pouco mais de mim (ahhh tempos bons da internet que não voltam mais). Mas eu tive que aparecer, porque esse ano foi tão intenso que eu tinha que guardar tudo que passou aqui em um lugar que eu sempre volto pra ler e recordar com carinho, meu blog.

|Começando do começo

O ano de 2018 foi bem massa. Eu casei, conheci a Amazônia, comecei pós-graduação, voltei pro mercado de trabalho… foi um ano cheio de bons começos. E ai que entramos em 2019 com muitos planos: férias na Colômbia, viagem pra Alemanha, festival de rock e por ai vai. Só que a vida não é feita só de dias de glória, não é verdade?

Eu e marido trabalhávamos na mesma empresa, e sabe aquela história de colocar os ovos dentro da mesma cesta? Poisé. Fomos os dois mandados embora juntos em uma demissão em massa da empresa. Viagens canceladas, planos adiados e tudo virou de ponta cabeça. Chegamos a tentar ir pra outro país e passamos muitos dias de estresse, mas ainda bem que a gente era precavido e tínhamos alguma coisa guardada para viver até ajustarmos tudo.

Passeio em Ilhabela pra descansar e entrar no mar.

E tudo começa de novo

Marido logo arrumou um bom lugar pra trabalhar e eu também. Com sorte ele conseguiu algo aqui na cidade onde moramos mesmo, e eu, com a maior felicidade do universo, pude continuar meu amado home office pela nova empresa.

Parece que foi rápido, mas tudo isso nos sugou energia, demorou meses e fez a gente repensar e replanejar muita coisa. Por isso, sem tempo e nem cabeça pra blog. Mas nesse meio tempo em que ficamos desempregados contamos com a ajuda de tanta gente! Amigos, ex-colegas, todo mundo se oferecendo pra indicar em vagas, mandando oportunidades e até as aulas de tecido e kung fu a gente conseguiu continuar fazendo. O universo foi incrível com a gente. E foi aí que percebi que quando fazemos o bem, a gente REALMENTE recebe ele de volta. Na hora desespero toma conta, mas depois percebemos como tudo aconteceu, claro, se você quiser e conseguir enxergar.

Um dia, depois de tanta gente ajudando, fui embora pra casa com uma sensação de leveza no peito que nunca havia sentido. Saber que pessoas confiavam na gente pra ajudar tanto era perceber que realmente estávamos no caminho certo.

Subimos a Pedra Selada em Visconde de Mauá.

A vida é cheia de plot twists

Plot Twist é uma reviravolta no enredo de um filme. Aquela coisa que você explode a cabeça e pensa: “CARACA! Eu nunca imaginei que isso fosse acontecer”. E a vida, pessoal, ela é assim.

Quando você menos espera, sua menstruação atrasa e você faz xixi em um palito e BOOM! Você descobre que virou uma impressora 3D de pessoas e um serzinho incrível está se formando dentro de você.

Meu primeiro ultrassom, com 7 semanas e um fetinho fofo de 0,98 cm.

No dia 12 de outubro de 2019 eu e marido descobrimos que nossa família vai aumentar e que 1+1 pode ser 3. Desde então mais reviravoltas, dias de MUITO enjôo, choro e alegria. Contar pra família foi uma das melhores partes até agora! É maravilhoso o poder que uma notícia dessa tem.

E meu 2019 tá sendo assim, intenso, cheio de aprendizados e momentos incríveis. Com ainda alguns dias pra acabar, já posso dizer que esse ano, que será inesquecível, foi ótimo para descobrir que tenho amigos e pessoas maravilhosas ao redor e que sentir essa transformação do meu corpo e da minha cabeça pra um “modo mãe de ser” tem sido algo indescritível.

Que venha 2020, que venha um neném todo fofo pra gente babar muito, porque papai e mamãe já estão aqui ansiosos pra ver ele/ela chegar.

Viagem: Hotel de Selva | Amazônas

Quatro dias em um hotel de selva na Floresta Amazônica.

Eu e marido na piscina do Anavihanas Jungle Lounge.

Como contei aqui em post anterior, depois de três dias na capital Manaus fomos para um hotel de selva. Esse tipo de hotel fica bem distante da cidade, bem embrenhado na floresta. O que ficamos, o Anavilhanas Lodge, está há 2 horas de distância de Manaus, sendo o último acesso da estrada. Dalí pra frente, só de barco! E não pense que as pessoas vivem só por alí não, alguns guias contaram que moravam há 9 horas de barco dali, diferente né?

Quando se vai para um hotel assim, tudo está incluso, de comidas até passeios, afinal, você está no meio da floresta. O hotel também é uma atração, bangalôs lindos, integrados com a natureza e podem acreditar: ZERO mosquitos! O pessoal explica que no Rio Negro o ph da água não favorece a reprodução de pernilongos e afins, então não tem um mosquito sequer, não usei repelente nenhum dia, nem nas trilhas dentro da floresta.

Anavilhanas Lodge

Acho que nem preciso dizer que lá fizemos os melhores passeios pela Amazônia. Eles eram com no máximo para 6/8 pessoas e por isso conseguíamos conversar e perguntar livremente para os guias. Vou contar rapidinho sobre cada um pra vocês saberem como foi!

Rio Negro

Trilha “seca” e trilha “molhada” – Anavilhanas é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza que tem em sua extensão 400 ilhas (sim! Ilhas no rio! ) e como nesta região do país não existe muito bem um inverno e sim época de seca e época de cheia, durante a cheia algumas ilhas ficam submersas. Fomos na seca e por isso fizemos uma trilha no continente e uma nas ilhas. A vegetação muda BASTANTE e as árvores das ilhas tem raízes imensas! Aprendemos MUITO com os guias que são moradores da região e ainda vimos aranhas enormes, colocamos a mão em um formigueiro amigável e ouvimos pássaros diferentes. Valeu a pena fazer as duas.

Arara solta na comunidade ribeirinha.

Workshop de arco e flecha – Um passeio que fizemos sozinhos com o guia porque ninguém quis fazer e foi super legal! Descobrimos muitas coisas sobre os índios e a cultura deles, como fazem os arcos e as flechas, como atirar e ainda que existe até olimpíadas de jogos indígenas.

Comunidade ribeirinha às margens do Rio Negro.

Visita em uma comunidade ribeirinha – Além de entender mais sobre o modo de vida das pessoas que moram alí, como restrições de plantio e pesca por ser uma área de proteção, foi onde vimos mais animais! Preguiça, arara, gavião e outras aves fofas.

Passeio de canoa por igarapés – Na seca fica complicado andar por eles, mas foi uma lição incrível de parceria remar com o marido numa canoa indígena. Tivemos momentos de paz curtindo a natureza no barquinho boiando pelo Rio Negro. Uma delícia!

Focagem de jacarés de noite – O guia vai a frente do barco com uma luz procurando por animais na noite da Amazônia. Vimos jacarés, cobras, sapos e preguiças, todos em seu habitat. Pra mim um dos mais lindos passeios que fiz na vida, com uma noite incrível naquele rio tão grande que a gente se perde e um céu maravilhoso.

Nascer do sol no Rio Negro.

Nascer do sol no Rio Negro – Indescritível e eu vou contar pra vocês, MUITA gente não vai pra esse passeio porque é muito cedo. O barco saiu 5 da manhã para nos posicionarmos no melhor lugar, mas eu faria isso de novo com certeza. O silêncio da manhã, o fresquinho, uma vista incrível de marejar os olhos.

Pier do hotel

Fora os passeios, o hotel ainda disponibilizava boias e pranchas de Stand Up Paddle pra brincar nas margens do Rio Negro. Todos os dias que voltávamos dos passeios ficávamos pelo pier já para refrescar do calorão úmido de lá.

O lugar é incrível, com uma comida maravilhosa e aproveitamos cada segundo. Não é um passeio muito barato, mas para uma lua de mel pra um casal que não fez casório, acredito que merecemos. Fora que foi uma experiência única, com muuuuuuuuito aprendizado. Os guias são fantásticos e ensinam muito para os visitantes.

Vimos por lá pessoas de vários lugares do mundo, mas poucos brasileiros. A maioria do hotel era de alemães, italianos, chineses, franceses e norte americanos. Cadê povo BR curtindo o que tem de mais lindo nesse país?

E nesse segundo post acabo de contar – um ano depois #shame – como foi essa viagem incrível para esse lugar tão grandioso. Gostaram? Pode comentar com dúvidas e curiosidades que eu respondo =D

Parque Ribeirão Vermelho | Passeio em São José dos Campos

Conheça o Parque Ribeirão Vermelho em São José dos Campos.

Marido e eu no Parque Ribeirão vermelho

Já contei aqui no blog várias vezes que eu e marido adoramos explorar a cidade e vira e mexe estamos andando por algum canto pra descobrir algum lugar. Aí que há um tempo vi nos Stories de pessoas que conheço em São José dos Campos um parque bem diferente que eu não reconhecia. Deu o que fazer, mas descobri que se tratava do Parque Ribeirão Vermelho que fica na região do Urbanova.

Este bairro é meio longe de casa, mas em um dia de tédio resolvemos encontrá-lo. Jogamos no app de mapas e chegamos sem problemas.

Parquinho do Pq. Ribeirão Vermelho

Sobre o parque

O Parque Ribeirão Vermelho tem uma área de aproximadamente 250 mil metros quadrados e foi inaugurado em fevereiro de 2017, novinho né? Lá da pra jogar tênis, basquete, fazer caminhadas, andar de patins, skate e bicicleta (muita gente andando lá dentro com aquelas de locação, sabe?). Além disso, foi o único parque que vimos aparelhos de exercícios adaptados para cadeirantes.

Quiosques

O parque ainda tem alguns quiosques (piqueniques!) e parquinho para crianças. Para deixar ainda mais bacana, ele ainda tem “piscinas verticais”, que são nada mais que fontes que ficam com água para cima e para baixo para refrescar o pessoal em dias de calor. Achei super divertido! Em algumas fotos da internet da pra ver que a criançada grande e pequena se diverte muito!

O dia que fomos estava gelado, porém lindo! Sol bem gostoso e céu azul e adoramos conhecer mais esse lugarzinho de Sanja. Para completar o passeio vimos um tatuzinho cavando buraco para comer bichinhos, muito fofinho!

Quadras de tênis

Onde fica?
Avenida Maria de Lourdes Friggi, Urbanova

Horário
Segunda a sexta-feira, das 7h às 22h
Sábados, domingos e feriados, das 7h às 18h

Fonte – Finais de semana, das 10h às 17h

%d blogueiros gostam disto: