romance

Onde Vivem os Monstros + Querido John

Onde Vivem os Monstros – [rating:4/5]A produção infantil é uma adaptação de Where The Wild Things Are, de Maurice Sendak. Publicado originalmente em 1963, o livro acompanha Max, um garoto malcriado mandado para a cama sem jantar. No quarto, ele começa a imaginar um mundo exótico, a terra de Wild Things, povoado por criaturas selvagens estranhas, que recebem o menino como seu regente.

Estava super ansiosa pra ver esse filme e finalmente consegui assistir! Ok, dormi na primeira vez, mas vi inteiro depois. Achei a fotografia do filme a coisa mais linda, pena que os tons são muito frios, sempre areia, céu e cinza. Achei incrível a forma como o filme faz acontecer a imaginação do menino, é incrível como perdemos a capacidade de brincar e ver graça em qualquer simples coisa quando crescemos. Neve vira água, graveto é um pedaço de pau e pra uma criança isso pode virar um iglu com uma bandeira no mastro. Perdemos isso ao longo do tempo e nem percebemos. A mensagem é bem interessante e simples, apenas uma birra de uma criança que se transforma em aventura. Uma graça, mas você tem realmente que ter um pouco de paciência pra assistir.

Querido John – [rating:3/5]Baseado no romance do aclamado autor Nicholas Sparks, “Querido John” conta a história de John Tyree (Channing Tatum), um jovem soldado que foi para casa durante uma licença e de Savannah Curtis (Amanda Seyfried), a jovem universitária idealista por quem ele se apaixona durante as férias de faculdade. Durante os próximos sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas missões cada vez mais perigosas de John. Apesar de se encontrarem apenas esporadicamente, o casal mantém o contato por meio de uma enxurrada de cartas de amor. Essa correspondência acaba por provocar uma situação com consequências nefastas.

Acho que eu esperava tanto desse filme, de tanto ouvir falar e ler por aí que ele meio que me desapontou. Eu queria um filme mulherzinha cheio de romance e melação pra assistir em dia de TPM e só consegui me irritar porque não foi isso que eu vi. Então se você está assim como eu, veja outra coisa. Mas é bem bonita a história pai-filho que temos no filme. É incrível como Savannah ajuda John a entender coisas que antes ele não via e achei muito legal o filme ser sobre o John, só detestei a exaltação do exército americano, colocados como coitados e blás, não precisava disso.

Sinopses do Cinema com Rapadura

Trilhas do meu MP3 – Trilhas Românticas

Ah que delícia uma musiquinha romântica que toca lá no fundo do coração das mulheres de TPM e faz com que elas chorem na frente do espelho. Hoje resolvi escolher algumas músicas presentes em filmes que fazem toda mulher derreter.

Kissing You – Des’ree (Romeo + Juliet)

In The Arms of The Angel – Sarah McLachlan (Cidade dos Anjos)

Clique para ver mais!

(mais…)

Mundo Imágiário do Dr. Parnassus + Eclipse

Mundo Imágiário do Dr. Parnassus[rating:4/5]”é um conto moral fantástico que se passa nos dias atuais. É a história do Dr. Parnassus e do seu ‘Imaginarium’, um espetáculo itinerante no qual o público tem a oportunidade irresistível de escolher entre a luz e a alegria ou as sombras e a escuridão. Abençoado com o extraordinário dom de guiar a imaginação dos outros, o Doutor Parnassus é amaldiçoado com um sinistro segredo. Jogador inveterado há milhares de anos ele fez uma aposta com o diabo, o Sr. Nick, graças à qual ele obteve a imortalidade. Séculos depois, ao conhecer o seu verdadeiro amor, o Dr. Parnassus fez outra aposta com o diabo, na qual ele trocaria a imortalidade pela juventude, desde que, ao atingir 16 anos, a sua filha se tornasse propriedade do Sr. Nick.”

Estava que nem uma maluca atrás desse filme, já que foi o último que Heath Ledger interpretou no cinema, não dando tempo de finalizar as filmagens, e tenho que confessar que o modo com que encaixaram Johnny Depp, Jude Law e Colin Farrell para fazer o papel de Ledger foi simplesmente perfeito! Parece até proposital. Lily Cole é uma fofa, adorei ela mesmo, as roupas, figurino e fotografia também são fantásticas. Filme piradinho, mas maravilhoso. Cenas lindas, e com uma moral séria por trás. ADOREI!

Eclipse – [rating:3/5]“Na continuação de “Lua Nova”, Bella Swan precisa enfrentar as consequências de ser amiga do lobisomem Jacob Black e namorada do vampiro Edward Cullen. Ao mesmo tempo, a moça se vê aterrorizada por uma misteriosa onda de assassinatos em Seattle e o fato de estar sendo perseguida por uma maligna vampira. Baseado no terceiro livro da série iniciada em “Crepúsculo”.

Ok, sei que mil e quinhentas e oitenta e dez elevado ao cubo do infinito pessoas irão cair em cima de mim por isso, mas me desculpem, este filme acabou de me deixar desanimada. Eu li os livros, gostei, não de maneira frenética que as meninas encaram, mas gostei. Adoro romance. Sinto que faltou ação nos livros, assim como nos dois primeiros filmes da série, o que de certa forma deu uma melhorada em Eclipse, com cenas de luta e tudo mais, mas o que é aquele Edward bobão? Bella tem que ser muito topeira mesmo de não trocar o vampiro magrelo e bobo por um lobinho sarado. E os atores? Passa filme entra filme e eles continuam sem expressão. Só acho que o último filme não deveria ser dividido em dois, não tem história pra isso vai ser enrolação demais pra uma série só.
Depois que ouvi o Rapaduracast sobre o filme mudei um pouco do meu meio de ver o filme, então indico o programa pra quem curte a saga.

%d blogueiros gostam disto: